Publicado em 04/05/2016 às 9h40

Cidades

Crer passa a oferecer curso de informática aos pacientes

O Centro de Reabilitação e Readaptação Henrique Santillo (Crer) passa a oferecer Curso de Qualificação Profissional em Operador de Computador,...

O aluno Renato Soares tem ótima expectativa sobre o curso

O Centro de Reabilitação e Readaptação Henrique Santillo (Crer) passa a oferecer Curso de Qualificação Profissional em Operador de Computador, em parceria com o Fórum Goiano de Inclusão no Mercado de Trabalho das Pessoas com Deficiência e dos Reabilitados pelo INSS (Fimtpoder) e a Faculdade Senai. O curso, totalmente gratuito, é voltado para pessoas com deficiência. A primeira turma tem 12 pessoas. As aulas são ministradas toda segunda, terça e quinta-feira, das 13 às 17h30, no Crer. Após a formação da primeira turma, outras vagas serão abertas.

IMG_2506O curso é ministrado no Laboratório de Tecnologia Assistiva do Crer, onde são oferecidos atendimentos especializados voltados às pessoas com deficiência utilizando ferramentas de tecnologia assistiva e de informação com foco na acessibilidade digital. O ambiente é equipado com 12 computadores, mesas com regulagem de altura para facilitar a entrada de cadeirantes, mouses e teclados adaptados, softwares e hardwares inclusivos que permite o acesso digital das pessoas com deficiências física, auditiva, visual e intelectual. Os equipamentos do laboratório foram adquiridos com recursos ajuizados pelo Ministério Público do Trabalho.

O diretor geral do Crer, Válney Luís da Rocha, ressalta que “a promoção de cursos de qualificação de pessoas com deficiência ampliam as chances de inserção no mercado de trabalho. Temos certeza que a parceria entre o Crer, Fimtpoder e Senai renderá bons frutos”, pontuou.

O Curso de Qualificação Profissional em Operador de Computador, com 160 horas, oferece o aprendizado voltado a informática básica (windows), pacote office, email e redes sociais. Dicas de como se portar em uma entrevista de emprego e formatação de currículo também serão ofertadas. “O Senai se preocupa com a inclusão social, estamos muito feliz com essa parceria. Que os alunos possam aprender e aproveitar esse momento de estudo com muita dedicação”, destaca o professor de informática do Senais, Willian Borges de Jesus.

“Estou com ótimas expectativas para o curso, aqui vou me profissionalizar, aprender mais sobre a área de informática e conquistar uma vaga de emprego”, planeja Renato Soares da Silva, 26 anos.
Renato Soares da Silva, 26 anos, vítima de acidente de trânsito, é um dos estudantes do curso. Paciente do Crer, Renato passou pelo processo de reabilitação e readaptação, hoje se prepara para assumir uma vaga no mercado de trabalho. “Estou com ótimas expectativas para o curso, aqui vou me profissionalizar, aprender mais sobre a área de informática e conquistar uma vaga de emprego”, planeja.

Segundo o supervisor de terapia ocupacional do Crer, Jefferson Silva Dias, o curso vai capacitar e readaptar as pessoas com deficiência, para que elas tenham condições técnicas e profissionais para serem inseridas na sociedade. “Temos a certeza que será o primeiro de muitos cursos voltado para a capacitação das pessoas com deficiência. Todos nós do Crer estamos muito felizes com este avanço”, comemora.