Publicado em 14/12/2015 às 16h08

Cidades

Encerrado o primeiro módulo do Jovem Sustentável Aprendiz

Os jovens deixam o programa com suas vagas garantidas em empresas do município

Dezenove adolescentes do Programa “Jovem Sustentável Aprendiz”, de 14 a 16 anos, sob medidas sócio-educativas, deixaram o projeto nesta sexta-feira, 11, ou seja, o concluíram primeiro módulo do programa, e são, a partir daí, reinseridos na sociedade economicamente ativa, e no merca de trabalho, ou seja, com emprego garantido em empresas de Senador Canedo. A formatura deles este prevista para o próximo dia 15 (terça-feira), no Auditório do Fórum de Senador Canedo, em horário ainda não definido.
“O ‘Jovem Sustentável Aprendiz’ é uma parceria entre a Prefeitura, o Poder Judiciário, a Fundação Alphaville, o Ministério e o Empresariado local”, explica Leila Arraz Barbosa, 52, coordenadora do Centro de Referência Especializada de Assistência Social da Semasc (CREAS), onde todos os entes estão envolvidos na recuperação integral dessas pessoas, e o adolescente é o grande beneficiado, o mais: a família, a própria sociedade.
Ainda de acordo com ela, o adolescente teve durante esses 30 dias noções claras de cidadania e sociabilidade. Os próximos módulos do que ela chama de “Projeto Piloto de Medidas Socioeducativas”, serão retomados daqui a dois meses. O empresário e diretor da TV Serra Dourada, Osmar Matos Leite, disse a sua empresa vai estar sempre de mãos estendidas para esse projeto.
O juiz Carlos Eduardo disse que muitos desses adolescentes infratores são de origem pobre, com uma visão de mundo num contexto de violência, mas isso está mudando, a seu ver. Para o promotor Glauber Rocha o programa está dando certo, “porque a esperança que tínhamos está ocorrendo”. A secretária Themis Glaúcia, da Semtrar, explica que a Prefeitura, por meio de sua Pasta, está empenhada em ver esses adolescentes mudados na vida familiar, na vida social e na vida profissional.
A primeira-dama Eliete Gonçalves entende que, “o Programa ‘Jovem Sustentável Aprendiz’ é um projeto que nos encanta pela forma com que trabalha esse adolescente. Começamos com 23, e agora são 19 concluintes. Então? Quatro deles vão ser trabalhados, e se Deus quiser vão retornar e concluir o primeiro módulo. Vejam que é um ganho extraordinário para a vida deles, de suas famílias e do mercado de trabalho, que ganha gente nova, novos profissionais. Estou muito feliz com esse resultado”, avaliou.

Tags:, ,

Colunistas



Últimas Notícias