Publicado em 21/01/2016 às 11h30

Cidades

Seis toneladas de maconha foram apreendidas em Goiás

A Delegacia Estadual de Repressão a Narcóticos (Denarc) deflagrou em 2015, 84 operações policiais, prendeu 316 pessoas em flagrante e cumpriu outros 417 mandados de prisão.

A Delegacia Estadual de Repressão a Narcóticos (Denarc) deflagrou em 2015, 84 operações policiais, prendeu 316 pessoas em flagrante e cumpriu outros 417 mandados de prisão. Além disso, foram apreendidos 5,9 toneladas de maconha, 290 quilos de cocaína e 645 quilos de insumos, principalmente ácido bórico.

De acordo com o delegado titular Alécio Moreira, a especializada priorizou o combate ao tráfico em três linhas: enfrentamento às grandes organizações, responsáveis pelo abastecimento de droga na Região Metropolitana de Goiânia; investigações de traficantes envolvidos em homicídios e concentração de operações visando desarticular as bocas de fumo.

O delegado ressalta que sete grandes organizações criminosas foram desarticuladas em 2015: “A gente buscou identificar e prender todas as pessoas envolvidas em cada organização e não apenas apreender a droga. Além disso, buscamos atacar o lado financeiro do crime, apreendendo veículos, sequestrando imóveis e identificando contas bancárias utilizadas pelas quadrilhas”, afirmou. Alécio ainda relembrou a prisão de Iterley Martins de Souza, em setembro, na cidade de Fortaleza (CE), considerado um dos maiores traficantes de Goiás.

Outro dado destacado foi o número de denúncias recebidas pelo Disque 197: “Nós averiguamos 360 denúncias, 30% eram procedentes e culminaram na prisão de 138 traficantes de varejo, que atuavam em bocas de fumo”.

Tags:, , ,