Publicado em 23/03/2016 às 19h03

Cidades

Vereadores tentam instalar CPI para investigar falta de água

Vereadores querem investigar a falta de água em Senador Canedo. A proposta de criação de uma Comissão Especial de Inquérito...

Foto: Divulgação

Vereadores querem investigar a falta de água em Senador Canedo. A proposta de criação de uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) foi apresentada na Câmara Municipal.

Segundo o vereador Edney Domingues Martins, a CEI investigaria os motivos pelos quais a Sanesc não consegue garantir a regularidade na distribuição de água no município. Há quase uma semana, os moradores da cidade sofrem com a falta de água.

O requerimento foi recusado. Os vereadores da base do prefeito Misael Oliveira votaram contra o pedido.

O vereador Rafael Gonzaga divulgou nota de repúdio contra a decisão dos parlamentares. Segundo ele,

na sessão ocorrida na noite desta terça-feira, 22, na qual votamos um requerimento que solicitava a criação de uma Comissão Especial de Inquérito para investigar a SANESC e a crise hídrica que vem atingindo e prejudicando moradores de Senador Canedo desde o ano passado, algo de muito grave foi dito pelo vereador Paulo Roberto (PMDB), líder do prefeito na Câmara Municipal.

Rafael Gonzaga afirma que Paulo Roberto alegou que a culpa pela falta de água em Senador Canedo é de funcionários da SANESC, que tentaram boicotar o prefeito Misael Oliveira (PDT) desligando os registros e queimando as bombas de captação de água do Ribeirão Sozinha.

“Considero a acusação de Paulo Roberto irresponsável, inadequada e extremamente infeliz, uma vez que o servidor público de Senador Canedo, em geral, é tão vítima da incompetência do prefeito Misael Oliveira como qualquer cidadão canedense”.

Sem água  

Os moradores de Senador Canedo estão sem água há quase uma semana. Desde a última terça-feira, 17, os bairros do município estão sem o fornecimento regular.

No bairro Solar Monte Cristo, a moradora Janaína Camila, que está grávida, diz que está sem água e o funcionamento da casa inviabilizado.  Ela conta que tem moradores da região que ainda conseguem buscar água no córrego próximo.

Os vereadores da base do prefeito Misael Oliveira votaram contra o pedido.
Os vereadores da base do prefeito Misael Oliveira votaram contra o pedido. (Fotos: Divulgação)

Colunistas



Últimas Notícias