Publicado em 24/02/2018 às 11h28

Cidades

Crise de segurança pública em Senador Canedo: moradores são assaltados a luz do dia

Após denúncia do jornal, autoridades não reforçam policiamento nos bairros e moradores são alvos de roubos novamente

Nos últimos três dias, a crise de segurança pública se agravou nos bairros de Senador Canedo. Após denúncia do Jornal Expresso sobre a onda de assaltos contra moradores da cidade, a Polícia Militar, Guarda Municipal e Prefeitura não reforçaram a vigilância e a violência fez novas vítimas.

Na sexta-feira, 24, um morador do bairro Jardim Canedo 2, que prefere não se identificar teve a sua casa arrombada pela terceira vez somente neste mês. Os ladrões entraram na propriedade por volta das 13 horas e levaram os bens e deixaram um rastro de destruição no ambiente.

Segundo ele, todos os roubos foram registrados na delegacia, mas não houve reforço do policiamento na região. O número de casas assaltadas na região subiu para cinco em menos de uma semana.

Os moradores do bairro estão tão assustados, que não sabem se ficam nas casas de vigília ou saem para evitar possíveis confrontos com os bandidos, caso os assaltos aconteçam com as famílias em casa.

Eles estão organizando um protesto, que vai percorrer a cidade, nos próximos dias.