Publicado em 17/12/2015 às 16h21

Entretenimento

Dono do Facebook critica Brasil por suspensão do WhatsApp

CEO do Facebook, Mark Zuckerberg comentou na manhã desta quinta-feira bloqueio do WhatsApp no Brasil

Mark Zuckerberg, fundador e CEO do Facebook, não gostou da suspensão do WhatsApp no Brasil e criticou a decisão da Justiça brasileira. Ele é também o dono do aplicativo para celulares mais popular no mundo, que comprou por US$ 21,8 milhões em 2014.

Por meio de nota, divulgada na quarta-feira, o Tribunal de Justiça de São Paulo diz que o WhatsApp não cumpriu duas ordens judiciais. Por isso, o bloqueio do serviço no País foi decretado por 48 horas.

O empresário usou seu perfil na rede social na manhã seguinte ao início das restrições: “Este é um dia triste para o Brasil. Até hoje, o Brasil sempre foi um aliado em criar uma internet aberta. Os brasileiros sempre estiveram entre os mais apaixonados em compartilhar sua voz na internet”.

Com uma declaração um tanto heróica, o CEO disse que vai contornar a situação: “Estamos trabalhando duro para reverter o bloqueio”.

O criador do Facebook não foi objetivo em seu post quanto ao que pensa fazer – se pretende recorrer ou se pode atuar de forma política para reverter a situação.

O WhatsApp está suspenso por não cumprir ordem judicial brasileira.

Na noite de uarta-feira, a juíza Sandra Regina Nostre Marques, da 1ª Vara Criminal de São Bernardo do Campo ordenou que as operadoras de telefonia móvel e fixa interrompessem os serviços do aplicativo.