Publicado em 28/05/2018 às 21h27

Saúde

Quase todas as pessoas podem ter um dente trincado

Tratamento depende da gravidade da fissura e pode variar desde uma simples restauração até a colocação de um implante dentário

Young Woman Having a Dental Check-up

Apesar de serem uma das estruturas mais fortes do nosso corpo, os dentes podem sofrer trincas. De acordo com o especialista em dentística restauradora, mestre em prótese dentária e membro da Sociedade Brasileira de Odontologia Estética, Ricardo Luiz Annibelli, praticamente todas as pessoas podem apresentar uma fissura no esmalte dentário. Esse problema pode ser causado pelo apertamento dental e também por hábitos corriqueiros no dia a dia, como mastigar alimentos mais duros, e outros não tão comuns, como morder gelo. O tratamento varia conforme a extensão da fissura e pode ir desde uma simples restauração à necessidade de colocar um implante dentário, em casos extremos.

Outros fatores que também podem provocar uma fissura no dente são o bruxismo, hábito de apertar e ranger os dentes, e as variações bruscas na temperatura dos alimentos. “A dentina e o esmalte têm coeficientes diferentes de expansão térmica. No calor, um se expande mais que o outro, assim como no frio, um apresenta o ponto de contração maior em relação ao outro. Por isso, devemos evitar, por exemplo, tomar uma sopa quentinha e, na sequência, beber algo muito gelado”, recomenda Annibelli.

Um dente trincado pode não apresentar nenhum sintoma, ou causar de uma dor leve a muito intensa – isso varia conforme sua extensão e a região afetada. O caso mais grave acontece quando o dente fica totalmente comprometido e há necessidade de extrai-lo. “Nos últimos anos, quando a remoção é recomendada, muitas pessoas passaram a optar pelo implante dentário. O custo ainda é alto, mas a solução é muito eficaz”, explica o especialista.

O profissional afirma que a cirurgia é simples, com aplicação de anestesia local e pode ser realizada em uma única sessão, onde é fixado o pino de titânio exatamente no local onde o dente foi extraído. Na sequência, coloca-se o dente provisório. Após um período de três a cinco meses, é fixado o dente de porcelana. “Esse intervalo, entre a colocação do implante e a instalação da prótese, serve para que o tecido ósseo se integre à base de implante, permitindo uma melhor fixação dos dentes.”

Outros tipos de tratamento

Para casos mais simples, para reduzir a sensibilidade do dente trincado, o dentista pode optar pela aplicação de um composto de glutaraldeído e HEMA. “Essa mistura penetra na trinca e chega até o túbulo dentinário, onde desnatura a proteína. Quando isso acontece, o túbulo é fechado e elimina-se a dor”, diz Annibelli.

Quando a trinca é profunda, mas não atingiu a polpa, o tratamento indicado é a colocação de uma coroa dental, que cobre o dente fraturado, restaurando seu formato. Quando a polpa do dente é atingida, devido à entrada de microrganismos e outros agentes irritantes, é recomendado fazer o tratamento de canal. Esse procedimento elimina a dor e, em seguida, o dente é obturado e recebe uma restauração de porcelana.

Sobre a Dental Cremer

A Dental Cremer é líder nacional em venda de produtos odontológicos, sendo a primeira one stop shop da odontologia brasileira, disponibilizando tudo que o dentista precisa em um só lugar, por meio da sua central de vendas e loja virtual. Desenvolver soluções inovadoras e garantir praticidade à rotina dos dentistas têm sido os diferenciais da Dental Cremer. A empresa atende 70 mil profissionais, de todas as regiões do país, e oferece mais de 50 mil itens entre produtos e serviços para todas as especialidades.